O QUE É, O QUE É? 16

Abrindo os trabalhos, na noite de domingo de carnaval, o G.R.E.S. Império Serrano vai inovar e cantar um clássico do mestre Gonzaguinha na Sapucaí: “O QUE É, O QUE É?”

“Enredo autoral de Paulo Menezes levará para a avenida o grande clássico de composição de Gonzaguinha e terá como hino a própria canção, do álbum Caminhos do Coração de 1982”, anunciou a escola, em uma postagem em seu perfil no Facebook.

A verde e branca de Madureira é presidida por Vera Lúcia Corrêa de Souza e tem como carnavalesco, Paulo Menezes, que volta a escola após 13 anos. A bateria que é comandada pelos mestres Gilmar e Quitéria Chagas, reinará à frente dos ritmistas. Defendendo 40 pontos para a escola, Diogo Jesus e Verônica Lima defendem o pavilhão da escola, como 1º casal de mestre sala e porta bandeira. Leléu Silva e Anderson Paz, comandam o carro de som da escola.

Resultado de imagem para enredo imperio serrano 2019

Confia a letra do samba da escola da Serrinha.

E a vida
E a vida o que é?
Diga lá, meu irmão
Ela é a batida de um coração
Ela é uma doce ilusão
(Êh! Ôh!)

Mas e a vida
Ela é “maravida” ou é sofrimento?
Ela é alegria ou lamento?
O que é, O que é?
Meu irmão

Há quem fale
Que a vida da gente
É um nada no mundo
É uma gota, é um tempo
Que nem dá um segundo

Há quem fale
Que é um divino
Mistério profundo
É o sopro do criador
Numa atitude repleta de amor

Você diz que é luta e prazer
Ele diz que a vida é viver
Ela diz que melhor é morrer
Pois amada não é
E o verbo é sofrer

Eu só sei que confio na moça
E na moça eu ponho a força da fé
Somos nós que fazemos a vida
Como der, ou puder, ou quiser

Sempre desejada
Por mais que esteja errada
Ninguém quer a morte
Só saúde e sorte

E a pergunta roda
E a cabeça agita
Fico com a pureza
Da resposta das crianças
É a vida, é bonita
E é bonita

Viver
E não ter a vergonha
De ser feliz
Cantar (e cantar e cantar)
A beleza de ser
Um eterno aprendiz
(Ah meu Deus!)                          (bis)
Eu sei
Que a vida devia ser
Bem melhor e será
Mas isso não impede
Que eu repita
É bonita, é bonita
E é bonita

Autor(es): Gonzaguinha

Curta e compartilhe a Revista X!
0
Previous Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *